OAB/DF LAMENTA MORTE DO JORNALISTA E COMENTARISTA ARMANDO NOGUEIRA

O presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, lamentou nesta segunda-feira, 29 de março, a morte do jornalista e comentarista esportivo Armando Nogueira, vitimado por um câncer de que sofria desde 2007.

O corpo de Nogueira é velado na Tribuna de Honra do Estádio do Maracanã e será sepultado na terça-feira, (30) às 12h, no cemitério São João Batista, em Botafogo, Zona Sul.

“A sociedade perde muito com a morte de Armando Nogueira, jornalista que nos brindava com um texto ímpar e tinha uma das posturas mais sóbrias como comentarista esportivo. Uma figura inigualável”, afirmou Caputo.

Natural do Acre, foi para o Rio de Janeiro com 17 anos, onde se formou em Direito. A carreira de jornalista começou em 1950, no Diário Carioca, onde foi repórter, redator e colunista. Ao longo dos 60 anos de carreira trabalhou nas revistas Manchete e

O Cruzeiro e no Jornal do Brasil. Foi diretor da Central Globo de Jornalismo.

Armando Nogueira, de 83 anos, morreu por volta das 7h desta segunda-feira (29), em seu apartamento na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio.


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: