Em solenidade marcada pela emoção, foi inaugurada nesta quarta-feira (01/02) a nova sede do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que contou com a presença da presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros. O presiedente do TST, ministro Vantuil Abdala, homenageou os operários que ergueram a obra. “O trabalho de cada um de vocês transformou o projeto de Oscar Niemeyer em realidade”. A solenidade teve a presença do presidente Luiz Inácio da Silva, do presidente do Supremo Tribunal Federal, Nelson Jobim, do governador do DF, Joaquim Roriz, e do presidente do Conselho Federal da OAB. Roberto Busato. Também estavam presentes o suplente de conselheiro federal pelo DF, Nilton Correia, e o conselheiro João Pedro Ferraz dos Passos, ambos advogados trabalhistas. Localizado no Setor de Administração Federal Sul (SAF/S), o terreno onde está o TST tem 57.600 m². Os três blocos que compõem o complexo do Tribunal somam 95.995,04 m² de área construída. O prédio principal tem seis pavimentos, além do térreo e do mezanino, e abriga os gabinetes dos 27 ministros, incluindo a Presidência e a Vice-presidência, a Corregedoria e a Ouvidoria, salas de sessão das Turmas, auditório e gabinetes, biblioteca, instalações do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, Sala de Audiências e Sala dos Advogados e, no térreo, o grande Plenário, com capacidade para 500 pessoas.  O segundo prédio, com térreo, mezanino e cinco andares, abriga todos os serviços das áreas judiciária e administrativa. Para facilitar o acesso das partes e advogados, os serviços de Autuação, Protocolo e Distribuição funcionam no térreo. A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho será instalada no quinto andar.  Os dois blocos principais são conectados por uma passarela suspensa, que faz a ligação pelo mezanino e pelo primeiro andar de cada um dos prédios. Um terceiro edifício térreo servirá para guarda de processos e oficinas. No subsolo, com cerca de 21 mil metros quadrados, ficam os serviços de transporte e segurança, supervisão predial e manutenção. Encontram-se também as centrais de controle das instalações elétrica, hidráulica, de ar condicionado e telefonia dos prédios, e uma garagem coberta com capacidade para cerca de 500 veículos, além de estacionamento fechado para cerca de 340 vagas e estacionamento externo com cerca de 1.000 vagas.