O presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, em coletiva no fim da tarde desta quarta-feira, 24, anunciou a criação de um movimento de mobilização contra a intervenção federal no Distrito Federal. “O maior problema da intervenção é de natureza moral. Ela seria um atestado que aponta para a incapacidade da sociedade do Distrito Federal de garantir sua autodeterminação”, justifica Caputo ao se manifestar contra a intervenção. Caputo, que já conta com o apoio de ex-presidentes da OAB/DF, defendeu um pacto de governabilidade a partir de um secretariado formado por notáveis, sem interferência partidária, com reconhecida qualificação técnica para cada pasta do GDF. Questionado sobre a possibilidade de Habeas Corpus que garanta a liberdade do ex-governador Arruda, o presidente da OAB esclareceu que a decisão judicial que afasta o governador é anterior a decretação de sua prisão preventiva.

Ouça a íntegra da entrevista.