A Comissão de Direitos Humanos da OAB/DF solicita policiais com formação em cursos de Direitos Humanos para atuar em protestos que vierem a ocorrer no Distrito Federal.

Em reunião com o secretário de Segurança Pública do DF, João Monteiro Neto, nesta quinta-feira, 11, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/DF, Ian Rodrigues Dias, disse que é preciso investir em policiais para prevenir confrontos, como os ocorridos durante manifestações contrárias e a favor do governador afastado do DF, José Roberto Arruda.

As manifestações, nas quais estudantes e outros cidadãos entraram em choque com a Polícia Militar, geraram uma quantidade significativa de boletins de ocorrência contra policiais.

“Queremos evitar os confrontos e trabalhar na prevenção de problemas maiores, entre civis e policiais”, destacou o presidente da Comissão de Direitos Humanos.

O secretário de Segurança Pública se comprometeu a avaliar essa solicitação da Comissão da OAB/DF. “Vamos tentar administrar essas situações da melhor forma possível. Nós trabalharemos para ter mais habilidade do que nunca para evitar que ocorram incidentes com danos maiores”, afirmou Neto.