A presidente da Comissão de Ensino Jurídico da OAB/DF, Maria Margareth Garcia Vieira, anunciou a realização, no primeiro semestre de 2005, do Seminário de Ensino Jurídico do Distrito Federal. No período de 3 a 5 de novembro próximo, ela estará participando, em Belo Horizonte/MG, do VIII Seminário de Ensino Jurídico do Conselho Federal da OAB, que debate “O ato pedagógico no Curso de Direito: perspectivas éticas”.   “Vamos buscar subsídios no evento promovido pelo Conselho Federal da OAB para desenvolver aqui no DF”, observou. Segundo ela, a Comissão de Ensino Jurídico da Seccional já definiu o período do evento, mas ainda busca a temática. Embora os candidatos do Distrito Federal venham conseguindo um desempenho razoável no Exame de Ordem, se comparados aos de outras unidades da Federação, a principal preocupação da Comissão presidida por Margareth Garcia Vieira ainda é a qualidade e a metodologia do ensino jurídico. “São o grande problema da atualidade”, constata.   A sessão de abertura do evento promovido pelo Conselho Federal contará com as presenças do presidente nacional da OAB, Roberto Busato, do ministro da Educação,Tarso Genro,do presidente da OAB/MG, Raimundo Cândido Júnior,e do presidente da Comissão de Ensino Jurídico do Conselho Federal da OAB, Paulo Roberto de Gouvêa Medina.   O vice-presidente da OAB/DF, Paulo Roberto Thompson Flores, que é membro efetivo da Comissão de Ensino Jurídico do Conselho Federal da OAB, será expositor, ao lado do desembargador Antonio Maria Iserhard, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no painel que discute, no dia 4/11, os novos critérios para autorização e reconhecimento de Cursos de Direito.