A presidente da Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Estefânia Viveiros, recebeu na manhã desta segunda-feira (8), na sede da entidade, a visita de cinco advogados de Cabo Verde. Os profissionais do país africano estão no Brasil desde o dia 13 de agosto, para participar do Programa de Capacitação do Conselho Federal da Ordem. Eles chegaram em Brasília neste domingo, vindos de Fortaleza, e ficam até quarta-feira (10). Estefânia recepcionou os cabo-verdianos acompanhada pelos conselheiros Leonardo Mundim, vice-presidente da Comissão de Assuntos Constitucionais, e George Ferreira de Oliveira, presidente da Comissão de Seleção. A ex-presidente do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/DF, Edylcéa Tavares Nogueira de Paula, também participou da comitiva de boas vindas. Os advogados estrangeiros conheceram toda estrutura da OAB/DF. Aprenderam, principalmente, sobre o funcionamento da Secretaria Geral das Comissões e sobre o Tribunal de Ética e Disciplina. “Essa visita é muito importante para o nosso currículo, nos permite conhecer outro sistema jurídico e ampliar nossa visão do Direito”, afirmou a advogada africana, Marizia do Rosário Lopes. Cabo Verde possui uma população em torno de 480 mil pessoas e apenas 180 advogados. A primeira turma de estudantes de Direito foi formada há um ano. O Brasil, por sua vez, possui mais de 600 mil advogados e os cursos têm 180 anos de tradição. O conselheiro Mundim acredita no programa. “A maior importância desse intercâmbio é possibilitar o aperfeiçoamento mútuo dos dois sistemas jurídicos a partir de experiências bem sucedidas.” Programa O Programa de Capacitação é fruto de um convênio de cooperação técnica firmado entre a OAB e a entidade de Cabo Verde. A Agência Brasileira de Cooperação auxilia a iniciativa, como projeto piloto. É a primeira vez que um programa desse formato, organizado pela Ordem, conta com o apoio de fundos do governo brasileiro. O presidente da OAB, Cezar Britto, e o presidente da Ordem dos Advogados de Cabo Verde, Arnaldo Silva, discutiram os detalhes finais do programa de atividades na última reunião da União das Ordens e Associações de Advogados de Língua Portuguesa (UALP), realizada em junho, em Lisboa. u003c/div> u003cp styleu003d”margin-bottom:0cm” alignu003d”justify”>Os cabo-verdianos que participam do curso no Brasil são Ana Celeste Fernandes, Marizia do Rosário Lopes, Miguel Cesar da Luz Santos, Seila Solange Fernandes Pires e Neltor Fonseca Nunes Lobo. Em Brasília, eles conhecerão o Congresso Nacional, o Superior Tribunal de Justiça e o Supremo Tribunal Federal. u003c/p> “,0] ); D([“ce”]); //–> O Programa de Capacitação é fruto de um convênio de cooperação técnica firmado entre a OAB e a entidade de Cabo Verde. A Agência Brasileira de Cooperação auxilia a iniciativa, como projeto piloto. É a primeira vez que um programa desse formato, organizado pela Ordem, conta com o apoio de fundos do governo brasileiro. Os cabo-verdianos que participam do curso no Brasil são Ana Celeste Fernandes, Marizia do Rosário Lopes, Miguel Cesar da Luz Santos, Seila Solange Fernandes Pires e Neltor Fonseca Nunes Lobo. Em Brasília, eles ainda conhecerão o Congresso Nacional, o Superior Tribunal de Justiça e o Supremo Tribunal Federal.