Brasília, 06/01/2012 – A partir de segunda-feira (9), os advogados que utilizam as salas da OAB/DF no TJDFT, no TRF e na Justiça Federal poderão trocar as pastas de processos por textos eletrônicos. Um acordo feito entre a Ordem e a empresa Startup Informática permitirá que os advogados digitalizem processos no próprio local. Para isso, a empresa vai oferecer, nessas três salas, profissionais com computadores e scaners, no mesmo horário de funcionamento do Fórum. Cada página digitalizada custará R$ 0,19 (dezenove centavos) para o advogado.

Conforme o contrato, será cedido espaço nas salas para a empresa, que proporcionará o serviço ao advogado interessado. Segundo o presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, é mais uma iniciativa da gestão para facilitar o trabalho dos advogados. “Ao invés de carregar pastas de papéis, o profissional poderá optar por levar consigo apenas um pen drive. Além de otimizar espaço, o material digitalizado facilita a utilização das informações dos processos e ainda trará um enorme ganho ambiental com a economia no uso do papel”.

Para o proprietário da Startup Informática, Adevaine Maia, o serviço moderniza a ação dos advogados e dos escritórios de advocacia, com a redução da quantidade de arquivos de papel. “Nosso propósito é atender a todos. Ao apresentarmos as vantagens da digitalização dos processos, estaremos apostando no interesse do profissional de adotar esse sistema também em seus escritórios”.

Reportagem – Helena Cirineu
Comunicação Social – Jornalismo
OAB/DF