O promotor público Marcelo Vilela Tannus Filho foi denunciado por abuso de autoridade pelo Ministério Público Federal. Ele deu voz de prisão ao advogado Alisson Pereira do Rozário, durante uma audiência, em 2019.

O membro do parquet entendeu que a ação foi um desacato. A denúncia é assinada pela procuradora regional da República Raquel Branquinho e atende a pedido da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do Distrito Federal. O caso foi parar no TRF, onde foi oferecida a denúncia contra o promotor. Mas, para extinguir o processo, ele optou por fazer uma transação penal, pagando multa de R$ 10 mil para não correr o risco de ser condenado.

Reportagem publicada por Terra Brasil Notícias em 8/10/20

Acesse aqui.