João Vitor Domat Remus, 13 anos, morreu após levar um choque enquanto tirava um carregador de celular da tomada

A Ordem do Advogados Seccional do Distrito Federal (OAB-DF) acompanha o caso do ex-estudante do Sigma, João Vitor Domat Remus, morto após ser eletrocutado com um carregador de celular. O caso aconteceu em 6 de agosto, enquanto o jovem tirava o dispositivo da tomada.

Reportagem publicada por Correio Braziliense em 13/08/20

Acesse aqui.