Brasília, 29/01/2012 – Os agentes penitenciários do Distrito Federal decidiram, em assembleia geral extraordinária ocorrida em 25 de janeiro, aderir à paralisação nacional de atividades, por 24 horas, que acontecerá nesta quarta-feira (30/01). O protesto é contra o veto da presidenta Dilma Rouseeff ao PLC 87/2011, que concedia o porte de arma de fogo aos agentes fora do horário de serviço.

O diretor do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Papuda, Nivaldo Oliveira, afirmou ao presidente da OAB/DF, Ibaneis Rocha, em contato telefônico, que o atendimento aos advogados será feito normalmente. A visita dos familiares aos presos será transferida para próxima sexta-feira (1º/02).

Reportagem – Priscila Gonçalves

Comunicação Social – Jornalismo
OAB/DF