O presidente da Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF), Délio Lins e Silva Jr., decreta luto oficial por três dias, a partir de amanhã (29), em reverência à memória de dois advogados assassinados a tiros no escritório em que trabalhavam, nesta quarta-feira (28/10), em Goiânia, Marcus Aprígio Chaves, de 41 anos, e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, de 47.

A Seccional Goiás (OAB-GO) informou que Marcus Chaves é filho do desembargador Leobino Valente Chaves, ex-presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO). Decretou luto oficial (leia aqui).

O atual presidente do TJ-GO, desembargador Walter Carlos Lemes, também, decretou luto oficial de três dias (leia aqui).

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, manifestou-se determinando que o secretário de Estado de Segurança Pública, Rodney Miranda, promova uma apuração célere do caso (leia aqui).

“A OAB-DF manifesta pesar e solidariedade ao desembargador Leobino Valente Chaves e à advocacia goiana. Coloca-se à disposição e soma nos protestos por célere elucidação do crime”, disse Délio Lins e Silva Jr.

Comunicação OAB/DF