O advogado Artur Vidigal de Oliveira foi indicado para a vaga de ministro do Superior Tribunal Militar pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A indicação foi publicada nesta terça-feira, 6 de abril, no Diário Oficial da União. Natural de Brasília, o advogado concorreu com outros 15 nomes sondados para compor o tribunal militar. Inscrito nos quadros da OAB/DF desde 1982, atualmente Artur Vidigal trabalha como Consultor da União na Advocacia Geral da União (AGU).

Especialista em Direitos Humanos, formou-se em Direito pela Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal, foi conselheiro da OAB/DF e vice-presidente para Assuntos Jurídicos da Associação Nacional dos Procuradores Federais. Artur é irmão do conselheiro seccional André Vidigal de Oliveira.

O advogado foi membro titular e presidente do Conselho de Ética do Ministério da Defesa, organizou e coordenou a Revista Jurídica do Ministério da Defesa e é detentor das principais condecorações das Forças Armadas Brasileiras e do Ministério da Defesa.

Artur Vidigal substituirá o ministro Flávio Flores da Cunha Bierrenbach, aposentado no ano passado. Para tomar posse do cargo, o advogado tem de ser sabatinado e aprovado pelo Senado. A sabatina está prevista para a próxima semana.