Brasília, 22/08/2011 – O presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, participou, na quinta-feira (18/08), do lançamento do livro da Associação Nacional dos Membros das Carreiras da Advocacia Geral da União “Anajur 25 anos – Um olhar sobre a Advocacia Pública Federal”, assim como do carimbo e do selo comemorativo, que homenagearam o jurista Saulo Ramos.

“Este é um dia bastante marcante”, frisou Caputo. “A Advocacia Pública se reafirma como instituição essencial não só à administração da Justiça, mas também ao bom andamento do Estado brasileiro. Para nós, da OAB/DF, que abrigamos um bom número de advogados públicos em nossos quadros, é muito prazeroso poder contar com membros tão atuantes que prestam um serviço público de altíssimo nível à sociedade brasileira”.

Segundo a presidente da Anajur, Joana D’Arc Mello, a Anajur sempre esteve presente na vida dos advogados públicos, defendendo seus interesses e prerrogativas. “Além de promovermos a defesa dos líderes dos poderes da República, defendemos políticas públicas que envolvem causas bilionárias, como as relacionadas ao PAC e à revitalização de portos e aeroportos, garantindo economia inestimável ao erário”.

O homenageado foi o jurista Saulo Ramos, 82 anos. Em seu discurso, contou que a fundação da AGU foi fruto de uma luta “muito séria, bonita e grande. A primeira vez que falei ‘advogado da União’, as pessoas diziam: que é isso? Naquele tempo quem defendia a União era o Ministério Público. Tinha bons juristas, mas eles eram especializados em Direito Penal, por isso, a União perdia muitas causas. Com a criação da AGU tudo mudou”.

“Esse momento é singular porque traz a memória de uma instituição que nasceu na redemocratização do país. A presença do grande jurista, advogado, personalidade e pessoa humana Saulo Ramos é uma homenagem justa, pois ele foi um dos mentores da formação da Advocacia Pública, como está estruturada na nossa Constituição Federal”, ressaltou o advogado geral da União, Luís Inácio Lucena Adams, que representou a presidente Dilma Rousseff.

O presidente do Conselho Federal da OAB, Ophir Cavalcante, também participou do evento. “Todos reconhecem como cidadãos e também advogados privados, a competência, a seriedade, a lealdade a que o advogado público se submete cada vez mais nos embates que tem de travar em defesa do Estado”.

Reportagem – Thayanne Braga
Foto – Valter Zica
Coordenação de Comunicação – Jornalismo
OAB/DF