Brasília, 27/6/2013 – Em comemoração ao mês do advogado, a OAB/DF lançará sua nova revista em agosto. Com uma linha editorial voltada para a pesquisa do Direito em seus diversos ramos, vertentes e metodologias, a revista privilegiará aspectos práticos sem descuidar da teoria e da dogmática, estimulando, assim, o debate acadêmico de alto nível e o pluralismo de ideias. Para que isso seja possível, a Seccional realiza uma chamada pública para o envio de artigos jurídicos.

Os trabalhos serão avaliados e selecionados pela Escola Superior de Advocacia (ESA/DF) quanto à relevância, conteúdo e qualidade. O método de escolha será através de dois avaliadores anônimos, sem conhecimento da autoria (blind peer review). O parecer dos avaliadores poderá ser pela publicação ou pela rejeição. Não caberá recurso do parecer.

Os interessados em participar deverão encaminhar e-mail para [email protected] , até as 23h59 do dia 10 de julho de 2013. O e-mail deverá conter dois arquivos em formato Word, um sem a identificação do(s) autor(es) e outro com a identificação do(s) autor(es), sua(s) titulação(ões) e a eventual instituição a que se vincula(m).

Normas Editoriais

Os artigos deverão ser redigidos em língua portuguesa, digitados no editor de texto Word e folha A4. É imprescindível a indicação das referências bibliográficas eventualmente utilizadas. Aplicam-se, subsidiariamente, as normas da ABNT.

Margens superior, inferior, direita e esquerda – 2 cm;

Espaçamento anterior e posterior – 0pt;

Corpo do texto – fonte Times New Roman, tamanho 12;

Fonte para as notas de rodapé e citações que excedam 3 (três) linhas – Times New Roman, tamanho 11;

Entrelinhamento para o corpo do texto – simples;

Citações de autores – autor, data e página do trabalho citado;

Palavras estrangeiras – itálico;

Número máximo de laudas – 4 (quatro) laudas, para autores acadêmicos de Direito, e 5 (cinco) laudas, para autores que já possuam o grau de bacharel em Direito;

Alinhamento – justificado.

(Clique aqui) para visualizar o edital.

Reportagem – Priscila Gonçalves
Foto – Divulgação
OAB/DF