O ministro aposentado Ronaldo José Lopes Leal, ex-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), retoma neste mês de abril suas atividades como advogado. Na semana passada, Leal esteve na OAB/DF para pedir sua carteira de advogado. Gaúcho de São Jerônimo, ele quer fazer de seu escritório em Brasília um centro para atender causas trabalhistas vindas do Rio Grande do Sul. Durante encontro com a presidente e o vice-presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros e Paulo Thompson Flores, respectivamente, Leal explicou a razão de se inscrever na seccional. “Em vez de me inscrever no Rio Grande do Sul, resolvi me inscrever em Brasília, que será meu centro principal de atividade”, disse. “Eu sempre tive como magistrado excelente relação com os advogados e essa relação é atestada por todos eles, portanto venho para a advocacia, para OAB, como quem vem para casa”, completou. Ronaldo José Lopes Leal fez 70 anos em 9 de fevereiro de 2007. Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi juiz estadual durante muito tempo. Deu aulas nas faculdades de Direito de Santo Ângelo e Santa Maria. Ao longo de sua carreira, entre outras funções, foi corregedor-geral da Justiça do Trabalho, presidente do Tribunal Superior do Trabalho e presidente do Conselho Superior da Justiça do Trabalho.

Foto: Valter Zica