Belém (PA), 17/5/2013 – O Colégio de Presidentes de Seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil, conduzido pelo presidente nacional da entidade, Marcus Vinicius Furtado, e reunido na capital paraense, tomou nesta sexta-feira (17) sua primeira deliberação: vai requerer ao corregedor nacional de Justiça do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Francisco Falcão, a uniformização das correições nas comarcas da Justiça em todo o País com a efetiva participação da Ordem dos Advogados do Brasil. O modelo de participação da OAB nessas correições vai ser elaborado por uma comissão constituída na reunião do Colégio, integrada pelos presidentes das Seccionais do Piauí, Willian Guimarães Soares de Carvalho, e do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, autores da proposta.

O presidente nacional da OAB e do Colégio de Presidentes observou que o corregedor Nacional de Justiça, ministro Francisco Falcão, já vem facultando a participação das Seccionais da entidade nas inspeções que realiza nas varas judiciais nos Estados, mas a ideia agora é formalizar essa participação, adotando-se inclusive um modelo de correição padronizado. Marcus Vinicius e os presidentes de Seccionais presentes ao encontro destacaram, contudo, que a atuação do ministro Francisco Falcão na Corregedoria Nacional do CNJ tem se caracterizado como aberta ao diálogo e a auscultar as demandas da advocacia.

Fonte: Conselho Federal da OAB