A OAB/DF visitou nesta terça-feira (16), em Ceilândia, seis instituições de assistência social para entregar mais de 300 presentes para as crianças carentes. Os brinquedos foram adquiridos com recursos arrecadados por meio da campanha Faça do seu Natal um Natal feliz para todos. A entidade promoveu em dezembro duas peças com a Cia. de Teatro De 4 Naipes. A Casa Frederico Ozanam, fundada há 28 anos, foi uma das contempladas. A creche atende 110 crianças de seis meses a quatro anos de idade. Segundo a coordenadora, Elzi Ramos, a instituição conta com a boa vontade das pessoas. Ela afirma que a principal carência da creche, atualmente, é de colchões. “Fizemos 100 beliches sob medida para as crianças, mas não podem ser usados porque não têm colchões”, afirma. Outra entidade beneficiada foi a Sociedade Obras Sociais Boa Árvore, que cuida de 100 crianças de um a seis anos. A creche também realiza promoções sociais, como bazares beneficentes, almoços e chás.  Fundada em 1972, a Casa da Criança Ana Maria Ribeiro é uma entidade não-governamental, sem fins lucrativos, que acolhe crianças e adolescentes em regime de abrigo. Os meninos e meninas são encaminhados pela Vara da Infância e por conselhos tutelares, provenientes de situações de risco pessoal e social, maus tratos, negligência e abuso. Atualmente a casa acolhe 48 crianças e jovens de até 17 anos. A presidente do Centro Comunitário da Criança, Hellen Louise Moreira, foi criada e alfabetizada na própria instituição. Ela disse pretender dar continuidade ao trabalho que fez muito bem para ela e sua família. “A minha vida se confunde com o Centro Comunitário da Criança, porque eu não existiria se não fosse a ele”, afirmou. O centro atende 300 crianças de oito meses a seis anos de idade. O Abrigo Lar de São José é uma organização não governamental criada em 1987, por Aricleia Lopes dos Reis em conjunto com o Grupo de Casais com Cristo da Paróquia São José de Taguatinga. A instituição abriga 60 crianças e adolescentes com até 17 anos. Hoje o abrigo tem uma equipe de 13 pessoas para ajudar as crianças encaminhas pela Vara da Infância. A última instituição visitada foi a Casa Transitória, que acolhe 46 crianças de 1 a 17 anos. São crianças encaminhadas pela Vara da Infância ou conselho tutelar. Quando completam a maioridade, elas deixam a instituição. A psicóloga Isbênia de Oliveira Costa trabalha casa e afirma que muitas crianças chegam assustas. “O que a gente sente é que muitas famílias não conseguem se estruturar e passam isso para a criança”, afirmou. “Aqui nós cuidamos desde a higiene pessoal, a educação, a saúde e inclusive do emocional delas, para que no futuro elas possam ter uma vida melhor.” Para ajudar   Casa Frederico Ozanam Banco do Brasil           Agência: 2911-4           Conta Corrente: 19935 – 4   Ligue: (61) 371-1868 Banco de Brasília Agência: 026 Conta Corrente: 031108-1   Sociedade Obras Sociais Boa Árvore Banco do Brasil Agência: 2911-4           Conta Corrente: 17390-8 Ligue: (61) 3371-1163   Casa da Criança Ana Maria Ribeiro Banco do Brasil Agência: 2911-4 Conta corrente: 10140-0   Caixa Econômica Federal Agência: 2301 03 Conta Corrente: 30157-0 Ligue: (61) 3471-2628   Centro Comunitário da Criança Banco de Brasília Agência: 043 Conta Corrente: 600153-5 Ligue: (61) 3585-9093   Abrigo Lar de São José Ligue: (61) 3491-0265 Casa Transitória Ligue: (61) 356-2788