A presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros, e o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, desembargador Mário Caron, reuniram-se na tarde desta quinta-feira (22) com o presidente da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), Antônio Gomes. Eles solicitaram a cessão de alguns terrenos para que o tribunal possa construir um protocolo expresso em Brasília e duas novas sedes, em Taguatinga e em Sobradinho. Estefânia ressaltou a importância desses pleitos não só para advocacia, mas para todos os jurisdicionados do Distrito Federal. A construção de um protocolo expresso, previsto para uma área próxima à Catedral e à Praça Portugal, contribuiria para desafogar o trânsito na Praça dos Tribunais, no Setor de Autarquias Sul, onde funciona o TRT 10.

No protocolo expresso, os advogados poderiam protocolar processos e petições sem sair do carro. Na área também poderiam ser construídos estacionamentos para advogados e servidores. O serviço não é oferecido pelo TRT 10 por falta de espaço. Já os terrenos em Sobradinho e Taguatinga são fundamentais para atender o projeto de descentralização do Judiciário.