Brasília, 16/9/2014 – A Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil do DF promoveu o segundo dia de bate-papo com os candidatos ao Quinto Constitucional nesta terça-feira (16), no plenário do 4º andar da Seccional, para uma apresentação de seus perfis e suas propostas para a vaga de desembargador no TJDFT destinada à advocacia. Com a finalidade de proporcionar o esclarecimento de dúvidas quanto às proposições de cada candidato e a interatividade entre eles e o público presente, cada concorrente teve 20 minutos para fazer uso da palavra de forma individual e 10 minutos para responder as três perguntas elaboradas pela organização do evento.

Juliano Costa Couto, secretário-geral adjunto da OAB/DF, presidiu a mesa do bate-papo. “É uma oportunidade maravilhosa que todos os interessados, que tiverem a disponibilidade de comparecer aqui na Ordem, para tratarem pessoalmente com cada um dos candidatos, além de algumas perguntas pré-agendadas pela casa. Eles estão aqui nos corredores, dispostos a fazerem interlocução, disponibilizando os seus contatos de forma bastante ampla e democrática para que o voto seja feito da forma mais consciente possível”, disse.

Camilo Noleto, presidente da Comissão de Apoio ao Advogado Iniciante, ressaltou o atendimento que a Ordem está prestando a esses profissionais. “Esse assunto é uma inovação para toda a advocacia do Distrito Federal e eu pude perceber no primeiro dia de evento a motivação dos candidatos e da OAB de estar oportunizando esse momento para eles se apresentarem. Terem o contato direto com o advogado, e a partir daí expor melhor suas propostas”, resumiu.

Tiago Santana, membro da Comissão de Apoio ao Advogado Iniciante e um dos organizadores do bate papo, falou da importância dada a este tipo de evento organizado pela Seccional, em prol da candidatura do Quinto. “A abertura democrática e transparente dada pela OAB, para que todos os candidatos ao Quinto Constitucional possam expor suas idéias e visões é salutar para que seja escolhido o advogado mais preparado para o cargo de desembargador no TJDFT”, concluiu.

Conheça as defesas dos candidatos à vaga destinada ao Quinto Constitucional:
Josapha Santos (1)Josaphá Francisco dos Santos
Como advogado, professor e representante dos advogados no TRE, busquei resgatar o respeito e prestígio da nossa profissão, estabelecendo a paridade de armas entre advogados e membros do MP quando relator do novo Regimento Interno.

Valter Kasuo (1)Valter Kazuo Takahashi
Vivencio a advocacia há 34 anos, ficarei por 13 anos no cargo, após o prazo, abrirá nova vaga para o quinto; a minha inscrição a mais antiga dos candidatos, nº 3.739 OAB/ DF.

 

Sérgio Roncador (1)

Sérgio Roberto Roncador
Caríssimos advogados e advogadas, meu compromisso é com o respeito a prerrogativas do advogado e com a transparência do serviço público. Forte abraço.

 

Eduardo Cunha (1)Eduardo Lowenhaupt da Cunha
Sou candidato ao Quinto Constitucional porque sou advogado como você e quero poder bem representá-lo junto ao TJDF e valorizar a previsão constitucional sempre trabalhando pelo fortalecimento do Poder Judiciário permitindo a todos o acesso à Justiça.

 

Antonio Carlos Nunes (1)Antonio Carlos Nunes de Oliveira
Sou advogado com experiência na militância e conheço os problemas vividos pela advocacia na primeira e segunda instâncias. Tenho experiência acadêmica no ensino superior.

 

 

Fizeram parte da composição da mesa, Juliano Costa Couto, secretário-geral adjunto, Antonio Alves, diretor tesoureiro da OAB/DF, Camilo Noleto, presidente da Comissão de Apoio ao Advogado Iniciante e o vice-presidente Guilherme de Castro Souza e Tiago Santana de Lacerda, membro da Comissão.

Estiveram presentes conselheiros seccionais, membros das comissões e advogados.

Reportagem – Sussane Martins
Fotos – Valter Zica
Comunicação social – jornalismo
OAB/DF