A Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil apresentou sugestões de melhorias para o Tribunal Regional do Trabalho da 10ª região (TRT 10). Nesta quarta-feira, as advogadas Maria Luiza da Costa Estrela e Clélia Scafuto representaram a OAB/DF na correição com o ministro corregedor-geral da Justiça do Trabalho, João Oreste Dalazen. Durante a reunião, as advogadas apresentaram as reivindicações da classe, como a publicação dos conteúdos judiciários da primeira instância do TRT 10 na internet nas datas previstas. Segundo elas, alguns juízes demoram na divulgação dos dados. “O mesmo problema foi resolvido na segunda instância, mas ainda deixa a desejar no primeiro grau”, justifica Clélia. As representantes da OAB/DF também pediram a abertura da secretaria de algumas varas no turno da manhã. “Quando as audiências ocorrem no período matutino a secretaria da vara está fechada e os advogados não podem pegar processos, assim precisam voltar à tarde”, explicou Clélia. Além disso, segundo as advogadas, os juizes que fazem audiências pela manhã não retornam no período vespertino. Dessa forma, os advogados não conseguem despacho para determinados processos. Outro ponto apresentado foi a necessidade de que diretores das secretarias das varas possam certificar ocorrências de processos perdidos. “Os diretores falam que só podem assinar com autorização do juiz, mas como fazer quando o magistrado não está no tribunal?”, questiona Maria Luiza. Elogios Além das reivindicações, a OAB/DF também fez elogios à gestão da presidente do TRT 10, juíza Flávia Falcão. Somente na atual gestão a Seccional conseguiu fazer uma parceria com o tribunal para que fossem digitalizadas as situações dos advogados inscritos na Ordem. “O trabalho do TRT 10 é constante e sempre há algo a mais para ser solicitado, mas também precisamos elogiar o bom serviço”, afirmou Maria Luiza. Todas as solicitações apresentadas pelas advogados ao corregedor-geral serão encaminhadas para a juíza Flávia Falcão. A presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros, enviará um ofício com as reivindicações.