Em contato com o procurador de prerrogativas da OAB/DF, Mauro Lustosa, o diretor adjunto do Centro de Detenção Provisória (CDP) do Distrito Federal, Vitor Spindola, informou que o Sistema de Agendamento do Centro de Detenção Provisória está temporariamente fora do ar, bem como o sistema de triagem dos presos do Sistema Integrado de Administração Penitenciária (SIAPEN). Desta forma está suspenso temporariamente, sem previsão de retorno, o atendimento dos advogados, mesmo quando feito manualmente.

De acordo com Lustosa, o problema se encontra na Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal (SESIPE), sem previsão de restabelecimento. Assim que o sistema for restaurado os advogados do Distrito Federal serão formalmente comunicados.