Brasília, 07/02/2011 – O Plenário do Superior Tribunal de Justiça (STJ) definiu nesta segunda-feira (07/02) as três listas tríplices, com os indicados da Ordem dos Advogados do Brasil. Os nove nomes serão apresentados para a Presidente da República, Dilma Rousseff, que escolherá aqueles que ocuparão as três vagas do STJ. A Conselheira Federal da OAB/DF, Daniela Teixeira, que estava presente na sessão, disse que ficou muito satisfeita com as escolhas.

“O STJ decidiu com grande sabedoria e escolheu nomes expressivos do cenário nacional. Todos com plenas condições de representar o instituto do quinto no Superior Tribunal de Justiça, demonstrando ainda o nível da advocacia do Distrito Federal, que foi honrada com dois candidatos de inscrição original na OAB/DF, Sebastião Alves dos Reis Junior e Alde da Costa Santos Junior. E outros dois nomes de inscrição suplementar, que fizeram uma carreira brilhante no DF. São eles Antônio Carlos Ferreira e Ricardo Villas Bôas Cueva”, destacou a conselheira.

Os 33 ministros definiram a primeira lista com os nomes de Antônio Carlos Ferreira, que recebeu 28 votos; Carlos Alberto Menezes, com 26; e Ovídio Marins de Araújo, com 17 votos. O nome escolhido irá substituir o ministro aposentado Antônio de Pádua Ribeiro.

Já para a vaga do ex-ministro Humberto Gomes de Barros, que também está aposentado, foram escolhidos para compor a segunda lista tríplice: Rodrigo Lins e Silva Candido de Oliveira, com 18 votos; Alde da Costa Santos Junior, que recebeu 17 votos; e Sebastião Alves dos Reis Junior, com 15 votos.

A terceira lista é composta por Ricardo Villas Bôas Cuevas, que recebeu 27 votos; Reynaldo Andrade da Silveira, com 23; e Mario Roberto Pereira de Araújo, com 15 votos. Os três nomes foram indicados para a vaga que está desocupada em função da aposentadoria do ministro Nilson Naves.

Priscila Gonçalves
Assessoria de Comunicação – OAB/DF