Brasília, 24/03/2015 – Em continuidade às atividades do Mês da Mulher, a Subseção de Taguatinga da OAB/DF promoveu palestra da ministra do Superior Tribunal do Trabalho (TST), Delaíde Arantes, que apresentou um quadro do avanço dos direitos sociais das mulheres no Brasil.

Natural do estado de Goiás e de origem humilde, a ministra tornou-se nos últimos anos um expoente na luta pelo exercício da plena cidadania pelas mulheres e a principal defensora da aprovação da Emenda Constitucional 72, a chamada PEC das Domésticas. Antes de assumir uma cadeira na corte de cúpula da Justiça do Trabalho, Delaíde Arantes exerceu a advocacia trabalhista por mais de 30 anos.

delaide“As mulheres têm conquistado mais igualdade, mais direitos e espaços. Mas, ainda há muito que fazer”, disse. “Depois de sessenta e três anos da convenção nº 100 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que preconiza a igualdade de remuneração, até hoje não conquistamos esse direito. Em pesquisas recentes, essa diferença gira em torno de 30% por cento”.

Estiveram presentes Juliano Costa Couto, secretário-geral adjunto, Antonio Alves, diretor tesoureiro, Luciene Bessa, vice-presidente da Subseção de Taguatinga, Ricardo Lustosa Jacobina, administrador regional de Taguatinga, Wílon Wander, primeiro presidente da Subseção, Gerson Wilder de Sousa Melo, ex-presidente da Subseção de Ceilândia, Flávio Brito, presidente da Comissão de Assuntos Institucionais da Subseção de Taguatinga, Cristiane Brito, vice-presidente da Comissão Eleitoral da Subseção de Taguatinga e Carla Rodrigues, diretora-tesoureira da Subseção.

Fotos – Valter Zica
Comunicação social – jornalismo
OAB/DF