Francisco Antunes Maciel Müssnich (foto) , que é sócio do BMA – Barbosa Müssnich Aragão Advogados, professor de Direito Societário da PUC-Rio há 40 anos, autor dos livros: Cartas a um Jovem Advogado e O Insider Trading no Direito Brasileiro, foi convidado a abrilhantar a abertura da I Semana da Jovem Advocacia do Distrito Federal. “Temos um momento histórico aqui”, disse logo no início de sua fala, tratando de aspectos de uma programação transversal, com foco em inovação e impulso às novas carreiras.

“Não herdei nada. Minha mãe e meu pai não tinham escritório de advocacia. Muitas vezes, senti falta de um conselho paterno ou materno, mas, talvez, tenha aprendido muito com meus erros”, disse Müssnich, para enumerar recomendações em sua aula magna, na abertura do evento.

Primeira dica: “melhor ficar vermelho uma vez do que amarelo a vida inteira! Não deixe de falar o que pensa, de verdade, desde que seja feito com educação, gentileza e respeito, mas seja firme e defenda as suas convicções sempre, perante juízes, promotores, procuradores. Seja sempre elegante, mas muito firme”.

A segunda dica foi mais propriamente um conselho: “é melhor um fim horroroso do que um horror sem fim. Não continue o que não dá mais e tenha inteligência para saber não insistir.”

Outro aspecto fundamental: “humildade, humildade, humildade, humildade, humildade. Ser humilde, não é só não falar de si e repartir conhecimento, mas, também, ser generoso 100% do tempo com seus colegas e parceiros”.

Seguir na carreira, segundo Francisco Müssnich, exige: “estudo, estudo e estudo”. Ele recomendou a programação da I Semana da Jovem Advocacia do Distrito Federal e observou que fundamental é o profissional perceber a importância de um conhecimento transversal, aprender matemática, por exemplo, lógica, técnicas para elaborar uma boa apresentação etc.

Lembrar-se que a interação é fundamental. “O aluno precisa estudar antes e chegar à aula pronto para que a sua participação traga conhecimento adicional. As aulas, hoje, trazem casos. Neles aprendemos muito.”

Por fim, na visão de Francisco Müssnich, a melhor maneira de ser um profissional de destaque é entender que se trata de um processo sem fórmula mágica: é saber que será “95% de transpiração e 5% de inspiração”.

Segundo o mestre, “a profissão está recuperando o prestígio”. Ele lembra que advogadas e advogados são essenciais para a democracia e para o Brasil. “Não deixem de valorizar a OAB. Ela é fundamental! Engajem-se, participem” Confirmem os valores da advocacia!”

A I Semana da Jovem Advocacia do Distrito Federal é um evento inédito, on-line e gratuito, continua hoje (16) e amanhã (17). Confira aqui a programação que está acontecendo. Participe!

Veja aqui no YouTube como foi a abertura do evento.

Comunicação OAB/DF

Texto: Montserrat Bevilaqua