A agência do Banco do Brasil que funciona na Justiça do Trabalho de 1a instância, à 516 Norte, começou a atender a partir de hoje, 1º/10, os advogados que têm alvarás judiciais para receber. A Superintendência do BB informou à presidente da OAB/DF, Estefânia Viveiros, que seis funcionários foram encarregados do atendimento. Nesta quinta-feira, 1º/10, tendo em vista que a agência não estava cumprindo a liminar concedida em mandado de segurança coletivo pelo juiz da 17a Vara Cível de Brasília, no dia 24/09, a OAB/DF entrou com petição informando o fato e pedindo a prisão do gerente da agência e a aplicação de multa. Além da ação contra o BB, a OAB/DF entrou com ação também contra a Caixa Econômica Federal que funciona no mesmo local. A ação está na 13a Vara Federal.

Os mandados de segurança impetrados contra os gerentes da CEF e do Banco do Brasil, têm por objeto a concessão de tutela de urgência, para determinar que durante o período do movimento grevista seja dado atendimento a todos os advogados e partes que estiverem com alvarás judiciais para recebimento de importâncias decorrentes de reclamações trabalhistas. A OAB-DF está estudando a impetração de novas ações para abertura das agências nos demais fóruns do DF.