Debate sobre mediação lota auditório da Seccional

A OAB/DF promoveu na noite de sexta-feira (15) o 1º Debate Sobre Mediação. Mais de 500 pessoas lotaram o auditório da entidade para acompanhar as discussões. “Tivemos êxito absoluto, o auditório vibrou porque houve muito debate”, disse o coordenador científico do evento e presidente da Comissão de Mediação e Arbitragem da Seccional, conselheiro Leon Frejda Szklarowsky.

Participaram como conferencistas Hélder Risler de Oliveira, integrante do Foro Mundial de Mediação; a promotora de Justiça Raquel Tiveron; o professor Valcir Gassen, da Universidade de Brasília; o juiz Gildo Carvalho; o integrante do Tribunal de Justiça do DF, Marcelo Girarde; e a advogada Elisabete Ribeiro, da Comissão de Mediação e Arbitragem da OAB/DF.

A coordenação executiva do debate ficou a cargo da advogada Fabíola Orlando. Algumas das opiniões expostas.

Elisabete Ribeiro, advogada “A importância desse tipo de debate é fomentar no advogado e no estudante de Direito as novas técnicas para soluções de conflito. A mediação é uma técnica excelente e há ainda certa resistência da classe, pelo desconhecimento. Esse tipo de promoção traz o conhecimento. Defendo a importância do ensino da mediação nas universidades de Direito para formar o profissional numa visão não adversarial e com a possibilidade de solucionar os conflitos sem levá-los ao Judiciário, a não ser em último caso.”

Gildo Carvalho, juiz “Nós precisamos quebrar o estigma, sobretudo dos tribunais, para que aceitem a linguagem da mediação como alternativa na transformação dos conflitos que chegam ao Judiciário. Precisamos utilizar outras ferramentas para alcançar a tão sonhada pacificação social que, com certeza, não vem através de uma sentença judicial.”

Hélder Risler de Oliveira, professor “Eu avaliaria esse seminário de suma importância, inclusive agora nesse momento em que a OAB nacional também cria uma comissão de mediação e arbitragem. Teve uma época em que tinha muita resistência tanto da parte dos advogados quanto da parte dos magistrados em relação à mediação de conflitos e, agora, a gente vê que já há uma mudança grande, exatamente por oportunidades como essa que a OAB nos dá de vir mostrar como é a mediação, como funciona.”


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: