OAB/DF faz diligência à Academia da Polícia Federal

Polícia chegou a receber 1.200 pessoas detidas por apoiar atos antidemocráticos

Nesta segunda-feira (9), a Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF) fez diligências à Academia de Polícia Federal, onde encontram-se detidas pessoas que estavam acampadas em frente ao Quartel General do Exército.

A diretoria da Comissão de Direitos Humanos e uma comissão formada pela secretária-geral adjunta da OAB/DF, Roberta Queiroz, o Diretor de Prerrogativas, Newton Rubens, e os conselheiros seccionais Gabriela Marcondes, Thiago Braga, Ricardo Cardoso e Anderson Costa constataram:

1) Que as pessoas estão reunidas em um ginásio e no jardim nas imediações da Academia. Alguns estão instalados em barracas, como ocorria no acampamento que montaram em frente ao QG do Exército;

2) Que há um posto médico instalado com acompanhamento integral e várias ambulâncias disponíveis para atendimento;

3) Que foi disponibilizada uma sala para atendimento da advocacia; também, advogados e advogadas estão podendo acompanhar seus clientes sem nenhum impedimento.

Relatou o delegado-chefe da Polícia Federal Rodrigo Teixeira, que recebeu os advogados da OAB/DF, terem sido liberados os idosos, as gestantes, as pessoas com comorbidades e as que estavam acompanhadas de crianças.

Houve esforço das autoridades para liberar pais, mães e responsáveis com crianças.

O delegado-chefe da PF explicou que foram fornecidos aos detidos almoço e jantar.

Por fim, pelos seus cálculos, mais de 300 pessoas já haviam sido liberadas com transporte assegurado até a rodoviária, havendo ônibus à disposição delas.

O delegado disse que está se cumprindo a ordem judicial e o atendimento ocorre da melhor maneira possível, dentro de uma infraestrutura que vem comportando as 1.200 pessoas que ali chegaram.

Ao conversar com as equipes de atendimento médico, Bombeiros e Samu, os advogados foram informados que não houve nenhum caso de maior gravidade, e poucos registros de aumento de pressão arterial. Nada de grande preocupação e o atendimento foi feito.

A OAB/DF, que atua desde as primeiras horas do domingo, atenta a todos os acontecimento, seguirá acompanhando a situação no local por meio de sua diretoria e por suas comissões. Também no sistema prisional.

A OAB/DF oferece apoio à advocacia por meio da Central de Prerrogativas (contatos no site).

Comunicação OAB/DF

Atualização 12/01/2023

A OAB/DF junto aos tribunais, criou uma página para conferência de audiencias e custodias dos envolvidos no atos, segue link abaixo para acesso:


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: