OAB/BA repudia busca e apreensão na Seccional

A Seccional da Bahia da Ordem dos Advogados do Brasil manifestou repúdio à ação da Polícia Federal realizada na sede da OAB/DF, no dia 3. Em nota, o presidente Saul Quadros Filho classificou o ato de “um atentado à liberdade”. Quadros Filho também afirmou ser solidário à Seccional do Distrito Federal e ressaltou ser “veemente contra toda e qualquer violação dos direitos constitucionais do cidadão e das entidades”. Confira a íntegra da nota: “A seccional baiana solidariza-se com a seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, vítima, no último dia 3 de setembro, de descabida e injustificada invasão de sua sede pela Polícia Federal. A ação, amparada por mandado expedido pela 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, afigura-se como um atentado à liberdade e fere o Estado de direito. A invasão da sede da OAB-DF fora solicitada pela procuradora Anna Carolina Maia, do Ministério Público Federal, a pretexto de uma injustificada busca e apreensão de documentos, que já haviam sido entregues, de forma espontânea, dias antes da descabida operação. A OAB- Seção Bahia solidariza-se com a presidente da seccional da OAB do Distrito Federal, Estefânia Viveiros, e reafirma sua postura veemente contra toda e qualquer violação dos direitos constitucionais do cidadão e das entidades. Saul Quadros Filho Presidente da OAB-BA”


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: