Palestra Grandes Autores emociona público

Uma noite especial marcou a retomada do projeto “Palestras Grandes Autores-2006”, promovido pela OAB/DF. A entidade recebeu na última quarta-feira (20), o professor uruguaio Ricardo Petrissans, consultor da ONU e presidente do Instituto Latino-Americano de Análise do Conflito e do Instituto Latino-Americano de Segurança Pública, para discorrer sobre o tema: “A sociedade sitiada: custos políticos, sociais e econômicos da violência”. Durante a palestra, que teve o apoio das Comissões OAB-Jovem, Assuntos Constitucionais e Direitos Sociais da OAB/DF, foram apresentados dados e estatísticas sobre a violência na América Latina e especialmente no Brasil, incluindo análises sobre a postura governamental na segurança pública, as condições de trabalho da polícia, o aumento do número de vítimas e a impunidade dos criminosos. Segundo o advogado Leonardo Mundim, co-organizador do evento, o palestrante soube transpor um assunto técnico para o cotidiano das pessoas. “Isso provocou na platéia uma visível reflexão sobre a necessidade de fazermos algo que ajude a reduzir os índices de violência. O palestrante soube tocar o coração de todos nós”, afirmou. Em determinados momentos a emoção tomou conta da platéia, e algumas pessoas permitiram-se lágrimas. Especialmente quando o palestrante narrou as dificuldades enfrentadas por algumas vítimas de violência como a história de uma criança paulista de oito anos de idade que integrava um grupo criminoso e está ameaçada de morte, e quando mostrou imagens de um engenheiro argentino que perdeu o filho e reuniu 150 mil pessoas na Praça de Maio para protestar contra a violência. Ao final, vários dos presentes fizeram perguntas ao professor, incluindo policiais que são estudantes de Direito. O advogado Jacques Veloso, presidente da Comissão OAB-Jovem, questionou o palestrante sobre as formas possíveis de engajamento na causa anti-violência. Alberto Moreira Vasconcelos, presidente da Comissão de Assuntos Constitucionais, elogiou o conteúdo da exposição. Segundo o advogado André Macarini, presidente da Comissão de Direitos Sociais da OAB/DF, o tema abordado é de extrema relevância, “segundo o próprio palestrante, estamos vivendo uma guerra não declarada e a apatia não só das autoridades, mas também da sociedade civil é absurda. O conselheiro federal Nilton Correia e a conselheira da OAB/DF, Edylcea Tavares De Paula, também prestigiaram a palestra.


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: