Segundo o candidato da coligação Um Novo Caminho, a área de saúde do DF está em situação de calamidade pública. Agnelo disse que no dia 1º de janeiro, se for eleito, além de tomar posse como governador, assumirá a Secretaria de Saúde para fazer ações emergenciais. O candidato disse que mudará o modelo de assistência à saúde.

Ele promete retirar o atendimento ambulatorial dos hospitais. Esse atendimento ficará a cargo dos postos de saúde e do programa saúde da família. Os postos deverão funcionar 24 horas em todas as cidades do DF. Os hospitais receberão os casos de extrema emergência. Agnelo também promete informatizar todo o sistema de saúde e controlar a entrada e saída de medicamentos e materiais.