Brasília, 05/09/2011 – A OAB/DF se juntou à Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF) e a várias outras entidades ligadas ao turismo e ao comércio no DF em uma caminhada que reuniu mais de 200 pessoas no Eixão Sul, no domingo (04/09). O evento é parte da campanha “A Copa Começa Aqui”, que tem o objetivo de mobilizar a sociedade para trazer o jogo de abertura do maior torneio de futebol do mundo para Brasília.

Às 9h os participantes se concentraram na 110/111 Sul e uma hora mais tarde deram início ao percurso até o Banco Central. Pessoas que passavam pelo Eixão naquela manhã também se juntaram ao grupo.

“A OAB/DF se engajou nesse movimento, pois sabemos que a realização da abertura da Copa é uma oportunidade única, que trará uma série de benefícios. A cidade tem condições de oferecer o que há de melhor, e a comunidade torce por isso”, frisou o secretário-geral da Ordem, Lincoln de Oliveira.

O presidente da Comissão de Direito Desportivo da OAB/DF, Fernando Francisco Silva Junior, ressaltou aspectos como a localização de pontos-chaves, facilidade de acesso e outras vantagens que a cidade reúne que não precisarão ser implantadas por obras de infraestrutura. Também destacou a iniciativa da Seccional no incentivo à campanha. “Foi o presidente Francisco Caputo quem escancarou as portas da nossa sede para que a sociedade civil organizada começasse a debater e a se mobilizar nesse sentido. Conquistar esse objetivo trará muita força para a capital”.

Danielle Moreira, presidente da ACDF comentou os benefícios para o turismo. “A Copa selará de uma vez por todas a entrada de Brasília no roteiro internacional dos turistas. A rede hoteleira fica muita próxima ao estádio, e as pessoas podem ir aos jogos a pé, uma condição que nenhuma outra cidade oferece. O entorno do DF é muito interessante, com Pirenópolis, Caldas Novas e a Chapada dos Veadeiros, o que permitirá que o turista conheça também um pouquinho mais do interior do Brasil”.

O ex-jogador da seleção brasileira de basquete e incentivador do esporte brasiliense, Pipoca, fez questão de oferecer seu apoio. “Temos em São Paulo e Rio os grandes centros econômicos e urbanos, porém o centro político, que é Brasília, deve ser prestigiado nesse momento”.

A escolha da cidade para ser sede dos jogos exigiu grande mobilização, conforme lembrou o vice-presidente da CBF na região Centro-Oeste, Weber Magalhães. “Para trazer a abertura será uma outra grande luta, por isso a importância de a comunidade, os atletas e entidades como a OAB se engajarem”.

Reportagem – Demétrius Crispim Ferreira

Foto – Valter Zica
Coordenação de Comunicação – Jornalismo
OAB/DF