Brasília, 26/03/2012 – O presidente da OAB/DF, Francisco Caputo, discursou representando a advocacia na posse da desembargadora Elaine Machado Vasconcelos como presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 10ª Região, na sexta-feira (23/03). Elaine substitui Ricardo Machado, que comandou a Corte nos últimos dois anos. Durante a solenidade, prestigiada por dezenas de autoridades do Poder Judiciário, como o presidente eleito do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto, e o presidente do Tribunal Superior do Trabalho, João Oreste Dalazen, o Tribunal também deu posse a André Damasceno no cargo de vice-presidente.

Ricardo Machado, no discurso de entrega da presidência, brincou que, nos 371 dias em que foi presidente do TRT10 gastou 24 cargas de caneta esferográfica. Destacou que conseguiu promover grande aproximação com a OAB e lembrou ter sido declarado pela Associação dos Advogados Trabalhistas (AAT/DF) “amigo da advocacia trabalhista brasiliense”.

Representando o Tribunal, a desembargadora Flávia Falcão deu as boas-vindas à nova presidente em discurso emocionado, no qual enalteceu a amizade que cultiva com a magistrada a quem considera otimista, intuitiva e observadora, além de depositar confiança em sua administração: “Com 30 anos de serviço público, sabemos que deixamos o Tribunal nas mãos de alguém preparado”, disse referindo-se à história de vida da presidente, que foi servidora da 10ª Região antes de tornar-se magistrada.

Caputo representou o presidente do Conselho Federal da Ordem, Ophir Cavalcante. Elogiou a “extraordinária administração” de Ricardo Machado, “porque continuou e aprimorou grandes administrações que passaram pelo Tribunal, com transparência e descentralização, o que tornou mais eficiente a prestação jurisdicional”.

Sobre Elaine Vasconcelos ressaltou que “o trabalho que realizou na ouvidoria do TRT é revelador do sucesso que terá na presidência. O atendimento pessoal ao jurisdicionado que ali promoveu é indicador de sua profunda sensibilidade social, requisito dos mais importantes para a nobre missão que assume”.

Em seu discurso, a empossada afirmou que dará continuidade às práticas bem-sucedidas, sem deixar de atuar em novas frentes. “Minha proposta administrativa é de fortalecimento, consolidação da gestão democrática, compartilhada, já iniciada por meus antecessores. Nosso compromisso é sedimentá-la e trazer práticas organizacionais e estruturais para a sua preservação”.

O presidente da AAT/DF, Newton Correa, frisou que os advogados trabalhistas conhecem o lado humanista da presidente e que “há uma expectativa muito intensa, considerando que é uma pessoa da melhor competência, o que se revela nos vários votos que proferiu em casos de discriminação de gênero, de danos morais e de saúde do trabalhador. Quanto ao relacionamento com a advocacia, há de continuar o melhor possível”.

Reportagem – Demétrius Crispim Ferreira
Foto – Valter Zica
Comunicação Social – Jornalismo
OAB/DF