Brasília, 7/2/2014 – O conselheiro federal pela OAB/DF José Rossini Corrêa lançará o livro “Bacharel bacharéis: Graça Aranha, discípulo de Tobias e companheiro de Nabuco”, na próxima segunda-feira (6), às 19h, no Centro Cultura Evandro Lins e Silva, do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (SAUS, Quadra 5, Lote 2, Bloco N).

Segundo o autor, trata-se de estudo sobre as relações intelectuais e políticas entre José Pereira da Graça Aranha, Tobias Barreto de Meneses e Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo, três figuras exponenciais da história da inteligência brasileira. “O livro redefine os marcos temporais do Grupo Maranhense que passam a retroagir ao notável José Cândido de Moraes e Silva, vinculando-o, na origem, à causa pública da emancipação do Brasil”, explica Corrêa, que é professor universitário de filosofia do Direito e um conhecido bibliófilo.

Na obra, o autor disserta sobre a chamada Escola do Recife, mapeando a projeção de suas idéias na política externa e as relações internacionais brasileiras, por meio de Joaquim Nabuco e Graça Aranha – o primeiro a grande referência do abolicionismo e o segundo um ícone literário do modernismo, ambos em contraponto ao Barão do Rio Branco, patrono da diplomacia nacional.

Comunicação Social – Jornalismo
OAB/DF