O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Cezar Britto, manifestou solidariedade à OAB/DF. Britto repudiou as ações da procuradora da República Anna Carolina Resende de Azevedo e do juiz da 10ª Vara Federal Criminal

Ricardo Augusto Soares Leite. Hoje (3), pela manhã, agentes da Polícia Federal e do Ministério Público cumpriram um mandado de busca e apreensão, solicitado pela procuradora e deferido pelo juiz, na sede da Seccional. O objetivo era recolher materiais já disponibilizados pela Ordem e outros que ainda não haviam sido solicitados. O presidente nacional da OAB e o secretário-geral adjunto, Alberto Zacharias Toron, assim como a Diretoria e conselheiros da Seccional do DF, mobilizaram o Judiciário para impedir que a violência cometida contra a OAB tenha prosseguimento. O mandado foi cumprido nesta segunda-feira (3) por oito agentes da Polícia Federal e por dois membros do gabinete da procuradora. Ao final do dia, uma decisão da 10ª Vara Federal Criminal cancelou a apreensão e determinou que os materiais autorizados fossem lacrados até nova deliberação. O presidente da Seccional do Rio de Janeiro da OAB, Wadih Damous, esteve pessoalmente na OAB/DF, acompanhado do conselheiro federal, Cláudio Neto, e do procurador-geral Ronaldo Cramer, ambos da seccional carioca, para prestar solidariedade. “Isso é um absurdo, eles estão querendo subordinar a Ordem ao MP”, disse Wadih. “É um ataque contra OAB/DF insuflado pelo grupo que perdeu as últimas eleições”, disse o vice-presidente da Seccional do Distrito Federal, Paulo Thompson Flores. Sessão extraordinária A OAB/DF convocou uma sessão extraordinária do Conselho Seccional para definir as ações que serão tomadas pela entidade. Toda a Diretoria repudiou o ato do Ministério Público Federal. Participaram da sessão: Estefânia Viveiros, presidente; Paulo Thompson Flores, vice-presidente; Eduardo Roriz, secretário-geral, Felix Palazzo, secretário-adjunto; e Severino Cajazeiras, diretor-tesoureiro. Além dos conselheiros Ibaneis Rocha Barros Júnior, Leonardo Mundim, Osmar Alves de Melo, Carlos Motta de Souza, Ismail Gomes, George Ferreira de Oliveira, Jacques Veloso, Luis Maximiliano Telesca, Aluísio Xavier, Rodrigo Nazário, José Gomes de Matos Filho, Luzia de Andrade Costa Freitas, Bruno Rodrigues, André Vieira Macarini, Adilson de Lízio, Carla Maria Martins Gomes, Leon Frejda Szklarowsky, Joaquim Dutra, Carolina Petrarca, Juliano Costa Couto, Walter Barletta, Marcos Resende, Cleber Lopes de Oliveira, Jomar Alves Moreno e Alberto Vasconcelos.