Advocacia e Estado democrático de Direito são enfatizados em entrega de carteiras

“O Direito, meus queridos paraninfados, não se aperfeiçoa tão somente agregando ideais e princípios novos, mas sobretudo não se desgarrando dos velhos princípios. Nada mais atual essa exortação, pois o Brasil atravessa uma das mais emblemáticas fases de sua história, justamente por conta da não observância de princípios legais indeclináveis”, destacou a paraninfa da solenidade de entrega de carteiras e presidente da Associação Brasileira de Advogadas (ABRA), Meire Lucia Gomes Monteiro, nesta segunda-feira (26), na sede da OAB/DF.

Meire Lucia ainda enfatizou que uma das ‘belezas da profissão’, é justamente “em momentos terríveis como este em que atravessamos, em que toda construção de um Estado democrático de Direito periga ir ao chão, que descortina a importância de nós, advogados e advogadas, bem assim a relevância da OAB”.

O presidente da OAB/DF, Juliano Costa Couto, disse que não há instituição que tenha feito mais por esse país e pelo Estado democrático de Direito do que a Ordem dos Advogados do Brasil. “Fomos, sim, a carreira que mais se destacou. Devemos todos ler, no mínimo uma vez por semana, os dez mandamentos de Eduardo Couture”, afirmou Costa Couto. “Vossa Excelências serão agora a voz e os ouvidos da Casa da democracia, a Ordem dos Advogados do Brasil”.

O orador da turma, Juliano Gomes Aveiro, enfatizou em seu discurso que a advocacia é a mais nobre de todas as profissões. “O cidadão brasileiro, quando procura um advogado, busca, nada mais nada menos, do que colocar sua vida em ordem. E é por isso que devemos entender que é nossa obrigação dedicar o maior empenho possível à solução dos conflitos que a nós e confiado”, disse ao completar que “o zelo com a causa não deve ser medido pelo tamanho dos honorários, mas sim pelos princípios mais nobres e respeitáveis que a ética nos impõe”.

Ainda compuseram a mesa da solenidade, os diretores da OAB/DF: a vice-presidente, Daniela Teixeira; o secretário-geral, Jacques Veloso e o diretor-tesoureiro, Antonio Alves; os conselheiros Ildecer Amorim, Maria Dionne, Ewan Teles, Felipe Bayma, Marcelo Cunha; os presidentes das Subseções do Núcleo Bandeirante e de São Sebastião, Sebastião Duque e Valcides José, respectivamente; o conselheiro da Subseção de Taguatinga Paulo Jozimo; o advogado criminalista Thiago Bozza; a secretária-adjunta da mulher, igualdade racial e direitos humanos do GDF, Joana Melo;o secretário-geral adjunto da Comissão de Apoio ao Advogado Iniciante, Lucas Azoubel; a ex-conselheira e vice-presidente da Associação Brasileira de Advogados, Magda Ferreira; o presidente da Comissão Criminal da Ceilândia, Tiago Rodrigues Braga e o advogado Carlos Motta.


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: