OABDFA presidente da Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Estefânia Viveiros, foi agraciada, na manhã de hoje (11), com a Medalha da Vitória. A condecoração é concedida pelo Ministério da Defesa. A cerimônia de imposição ocorreu no Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília. Entre as autoridades presentes, estavam o ministro da Defesa, Nelson Jobim, e o vice-presidente da República, José Alencar. A Medalha da Vitória é concedida a militares ou civis que tenham contribuído para a difusão dos feitos da Força Expedicionária Brasileira (FEB), participado de conflitos internacionais na defesa dos interesses do país, integrado missões de paz ou prestado serviços relevantes no cumprimento das missões constitucionais.“Me sinto muito honrada, pois ser escolhida para receber essa condecoração demonstra que estamos no caminho correto na condução da Seccional”, disse Estefânia. A comenda foi criada por decreto, no dia 23 de março de 2004, em reconhecimento à atuação do Brasil em defesa da liberdade e da paz entre as nações, em especial na 2ª Guerra Mundial. “Essa medalha é de todos os advogados e advogadas do Distrito Federal que têm lutado junto conosco pelo cumprimento da Justiça”, declarou a presidente. Neste ano, Estefânia também foi condecorada com a Ordem do Mérito Judiciário Militar do Superior Tribunal Militar, no grau de Alta Distinção.  Entre outras comendas recebidas pela presidente da OAB/DF estão: Medalha Tiradentes, mais alta distinção concedida pela Polícia Militar do DF; Ordem do Mérito Judiciário do TST, no grau de Comendador; Ordem do Mérito Judiciário do TJDFT, no grau de comendador. Ao total, foram homenageadas quatro instituições e 149 pessoas. Entre as personalidades agraciadas estavam o Ministro Extraordinário de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger; o deputado federal Carlos Eduardo Vieira da Cunha e o arcebispo do Ordinário Militar do Brasil, Dom Osvino José Both. Agraciados Ao total, foram homenageadas quatro instituições e 149 pessoas. Entre as personalidades agraciadas estavam o Ministro Extraordinário de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger; o deputado federal Carlos Eduardo Vieira da Cunha e o arcebispo do Ordinário Militar do Brasil, Dom Osvino José Both.