O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios organizou uma reunião, quarta-feira (12), no Fórum do Núcleo Bandeirante, para apresentar aos advogados o processo digital. A partir deste mês, todas as ações no Juizado Especial do Núcleo Bandeirante tramitarão eletronicamente, sem a necessidade de  meio físico, ou seja, da impressão em papel. O presidente da Comissão de Advocacia Pública da OAB/DF, Djacyr Cavalcanti de Arruda Filho, participou das discussões. Ele foi designado pela presidente Estefânia Viveiros para representar a entidade. A adoção de autos processuais digitais, também chamado de processo eletrônico ou virtual, é resultado da implantação do sistema de informática Projudi. Com isso, os processos que tramitam sob a tutela do sistema podem ser protocolados pela internet. O Processo Virtual Nacional, proposto pelo Conselho Nacional de Justiça, é resultado da junção dos softwares Projudi e e-Proc. A proposta do Conselho Nacional de Justiça é a adoção de autos processuais digitais em todo o país. Essa realidade está presente em 17 tribunais. Na opinião de especialistas, o meio digital traz economia de papel, comodidade para o advogado e celeridade para Justiça. u003cdiv styleu003d”margin-bottom:0cm” alignu003d”justify”>u003cfont faceu003d”Arial” sizeu003d”2″>u003c/font> u003c/div> u003c/span>”,1] ); D([“mb”,”u003cdiv styleu003d”margin-bottom:0cm” alignu003d”justify”>u003cstrong>Tramitaçãou003c/strong>u003cbr>Para a tramitação do processo eletrônico, o advogado deve peticionar via internet com assinatura digital. O processo é autuado de forma automática. Em seguida, o juiz despacha também via internet com assinatura digital e os termos de audiência ficam registrados no processo. Posteriormente, partes e advogado recebem notícias da movimentação por e-mail e podem consultar os despachos pela rede mundial de computadores. Ao final, tem-se todo o processo armazenado de forma digital. u003c/div> u003cdiv styleu003d”margin-bottom:0cm” alignu003d”justify”>u003cfont faceu003d”Arial” sizeu003d”2″>u003c/font> u003c/div>u003c/blockquote>u003c/div> “,0] ); D([“ce”]); //–> Tramitação Para a tramitação do processo eletrônico, o advogado deve peticionar via internet com assinatura digital. O processo é autuado de forma automática. Em seguida, o juiz despacha também via internet com assinatura digital e os termos de audiência ficam registrados no processo. Posteriormente, partes e advogado recebem notícias da movimentação por e-mail e podem consultar os despachos pela rede mundial de computadores. Ao final, tem-se todo o processo armazenado de forma digital.