Brasília, 7/12/2010 – O presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB/DF, Yure Gagarin, participou, na sexta-feira (3/12), da inauguração do Centro de Informações sobre Autismo, criado pela Coordenadoria para Inclusão da Pessoa com Deficiência do Distrito Federal (Corde). O objetivo é trabalhar pela melhoria da qualidade de vida das pessoas autistas e de suas famílias. Segundo Gagarin, “esta Comissão estará presente em todas as circunstâncias que envolvam a questão de deficientes aqui no Distrito Federal”.

Segundo o psicólogo Rodrigo Monteiro, “é um projeto piloto que busca, na essência, ensinar aos pais a ensinarem seus filhos habilidades de que precisam, em função de defasagens”. O projeto consiste em registrar, desde o início, todo o acompanhamento da família, treinando os pais teoricamente e com estágios supervisionados. “Venho acompanhando uma série de famílias que não têm condições de pagar um profissional para esse tipo de atendimento. Estamos tentando abrir esse leque para que todos tenham acesso ao serviço”.

Valmir Ferreira Gomes contou que tem um filho autista de 11 anos. “Desde cedo, eu e minha esposa percebemos que ele era muito agitadinho e dormia muito pouco”. Ressaltou a importância do Centro de Informações: “é mais que importante, é fundamental”. Segundo Ferreira, no Distrito Federal existe pouca divulgação sobre essa síndrome. “Tem muita gente que não sabe, e só descobre quando a criança já está em idade avançada, perdendo a oportunidade de identificar precocemente e fazer o tratamento adequado”.

O coordenador da Corde, Fernando Cotta, explicou que esse é o único Centro em Brasília. “A intenção é expandi-lo para outros lugares. Temos projeto para Ceilândia, Sobradinho e outras cidades-satélites”. Uma das colaboradoras do Centro foi a delegada e assessora do gabinete da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejus), Adriana Fernandes Lobo. “Se Deus quiser, isso que é um piloto vai se transformar numa política pública consolidada. Espero que seja uma referência no DF”.

O Centro de Informações sobre Autismo está localizado no Sejus, no SIA Trecho 8, lotes 150/160. Demais informações pelos telefones: 3905-8738 e 9901-8192.

Thayanne Braga
Assessoria de Comunicação – OAB