O Ministério Público Federal denunciou o promotor Marcelo Vilela Tannus Filho, que deu voz de prisão a um advogado durante uma audiência, no ano passado.

A denúncia, resultado de ação da OAB do Distrito Federal, é assinada pela procuradora regional Raquel Branquinho. Tannus Filho foi denunciado pelo crime de abuso de autoridade e pagou R$ 10 mil em um acordo.

Reportagem publicada por Justiça Potiguar em 8/10/20

Acesse aqui.