Brasília, 9/3/2015 – Em parceira com o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), a Seccional da OAB do Distrito Federal promoveu, no domingo (8), a corrida “Justiça pela Paz em Casa”, no Parque da Cidade. Por ocasião do Dia Internacional da Mulher, a Comissão da Mulher Advogada também promoveu a “III Caminhada das Advogadas pela Igualdade de Gênero e o Fim da Violência Contra a Mulher. O evento contou com o patrocínio da Caixa de Assistência dos Advogados do DF, da AMIL, do Sindjus/DF, além do apoio do MPDFT, da Defensoria Pública do DF, da Caesb, da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher e da Secretaria de Saúde do DF. O governador Rodrigo Rollemberg e secretários de Estado participaram da corrida.

A corrida faz parte da Campanha Nacional “Justiça pela Paz em Casa”, idealizada pela vice-presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STF), ministra Carmen Lúcia. A campanha será realizada de 9 a 13 de março e tem por principais objetivos a coibição da violência doméstica e familiar contra a mulher e a ampla efetivação da Lei Maria da Penha.

O presidente da OAB/DF, Ibaneis Rocha, destacou que esse é um dia para marcar a luta em favor do fim da discriminação sofrida pelas mulheres. “Ainda é muito presente a desigualdade que existe na sociedade em relação à mulher, principalmente em relação àquela que vem das classes menos favorecidas e que não tem oportunidades de se colocar tanto no mercado de trabalho quanto na sociedade”, afirmou. “Sempre o lado mais visível da violência da mulher é a violência física, mas existe a violência psicológica em ambientes de trabalho, judiciais e institucionais”, ressaltou.

20150309_corridaO governador Rodrigo Rollemberg afirmou que a capital tem de melhorar as políticas de proteção à mulher. “Temos uma pauta de avanço em relação à mulher. A igualdade de direitos e responsabilidade entre mulheres e homens avançou muito nos últimos anos, mas ainda tem muito que avançar de reconhecimento, no trabalho de políticas contra a violência doméstica”.

A secretária de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do GDF, Marise Nogueira, também participou da corrida. “Esta é uma ação para todos; a violência contra as mulheres é também contra os homens, contra as crianças e contra a sociedade”. De acordo com ela, essa campanha serve para informar à sociedade que as denúncias devem ser feitas. Também participaram a secretária do Esporte e Lazer, Leila Barros, e o secretário de Turismo, Jaime Recena.

As participantes puderam, ainda, desfrutar serviços de alongamento, massagem, aferição de pressão e glicemia. As advogadas caminharam ao som do grupo de percussão feminino Maria Vai Casoutras.

Também participaram da caminhada Daniela Teixeira, secretaria-geral da OAB/DF, Juliano Costa Couto, secretário-geral adjunto, Ricardo Peres, presidente da Caixa de Assistência dos Advogados, Mariela Souza, tesoureira da CAA/DF, Gildásio Pedrosa, vice-presidente da Subseção do Gama e os conselheiros seccionais: Ítalo Maciel, Ilka Teodoro e Maxmiliam Patriota. O 2º vice-presidente do TJDFT, desembargador Waldir Leôncio, os coordenadores do Centro Judiciário da Mulher do TJDFT, juízes Ben-Hur Viza e Carlos Bismarck. O ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Cláudio Santos e sua esposa, a advogada Eliene Bastos também estavam presentes,  além da presidente da Comissão da Mulher Advogada da Subseção de Taguatinga, Lucia Bessa e da presidente da Associação de Advogados Trabalhistas do Distrito Federal (AATDF), Alessandra Camarano.

Fotos – Valter Zica
Comunicação social – jornalismo
OAB/DF