Brasília, 12/12/2013 – A Seccional da OAB do Distrito Federal recebeu, nesta quarta-feira (11), a embaixadora do Panamá no Brasil, Gabriela García Carranza, para ministrar palestra sobre oportunidades de negócios no Panamá e o marco jurídico relativo à área. O painel fez parte dos ciclos de palestras organizado pela Comissão de Relações Internacionais da OAB/DF.

O Panamá foi classificado no Fórum Nacional de Competitividade de 2013 como o segundo país mais competitivo da América Latina, depois do Chile, seguido por Costa Rica e Brasil. “É uma das economias latino-americanas com maior projeção de crescimento econômico. Devido ao investimento estrangeiro direto, forte centro bancário internacional, política fiscal e execução de projeto de infraestrutura”, apontou a embaixadora Gabriela Carranza.

Ela disse que Panamá conta com um eficiente sistema portuário, aeroportos modernos, além da rede de rodovias que cortam todo o país. “O recurso natural mais importante que o Panamá tem é a sua posição geográfica privilegiada”, observou. “Temos ainda leis modernas com segurança jurídica para os investimentos. O crescimento é estável e o sistema bancário competitivo”, contou a embaixadora.

O presidente da Comissão de Relações Internacionais, Wilfrido Augusto, disse que o ciclo de palestras é uma oportunidade de ouvir informações e ensinamentos de outros países, num ambiente onde existem 120 representações diplomáticas. “Órgãos do governo necessitam dessa relação de parceria com o mundo em razão da globalização da economia. Brasília é um opção excepcional para os advogados trabalhem os negócios internacionais”.

Também participaram do evento a conselheira seccional Carolina Petrarca, o advogado Alvaro Almengor e a advogada Nataly Evelin Konno Rocholl.

Reportagem e foto – Tatielly Diniz
Comunicação social – jornalismo
OAB/DF