Brasília, 07/11/2012 – Com o propósito de debater soluções para acabar com a “cracolândia” que se formou nas proximidades do Fórum Trabalhista de Taguatinga da 10ª Região, o secretário-geral da OAB/DF, Lincoln de Oliveira, representou o presidente Francisco Caputo em audiência com o administrador regional Carlos Jales, na terça-feira (6/11). O encontro também teve a participação de advogados militantes na cidade.

Lincoln expôs a preocupação da Seccional não só com o bem-estar dos advogados que trabalham naquela Justiça especializada, como também dos clientes que precisam comparecer ao fórum para audiências. “Estamos aqui para viabilizar uma ação conjunta da OAB/DF com a administração e a Polícia Militar, para que esse transtorno seja resolvido. Temos relatos de advogados ameaçados pelos usuários de drogas que estão preocupando tanto a Subseção quanto a Seccional”.

O administrador explicou que o trabalho deve ser feito junto com outros órgãos do Governo do Distrito Federal e se comprometeu a oficiar a Secretaria de Desenvolvimento Social e Transparência de Renda (Sedest), a Secretaria de Saúde, o juiz da vara da Infância e da Juventude, o Ministério Público e a Polícia Militar para, em reunião, deliberarem sobre o assunto.

Reportagem – Priscila Gonçalves

Comunicação Social – Jornalismo
OAB/DF