Novos advogados recebem a carteira da OAB em solenidade na Seccional

Brasília, 23/4/2015 – A OAB/DF realizou a tradicional cerimônia de entrega de carteiras para novos advogados nesta quarta-feira (22). Os novos profissionais fizeram o juramento diante de representantes da casa, familiares e autoridades. O presidente da Seccional, Ibaneis Rocha, disse aos jovens advogados que a perseverança é um degrau fundamental para o sucesso profissional. “Eu trago uma palavra de força e de estímulo para a profissão, e essa mesa é prova de que o estudo e a dedicação realmente levam a vitória”, disse.

humbertoO paraninfo da primeira cerimônia foi o ministro Humberto Martins, do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), que falou sobre o que é ser um profissional da advocacia. “O advogado é aquele que luta em busca da liberdade, fraternidade, amor. Tenham amor à advocacia, à Ordem dos Advogados”, disse.

Discurso Humberto Martins

O orador da primeira turma, Adriano Santos Oliveira, convocou os novos colegas a empunharem a bandeira da manutenção desse importante instrumento da sociedade brasileira: o Exame de Ordem. “Sim, a prova é fundamental para filtrar os bons profissionais e proporciona uma segurança a todos os cidadãos de nosso país no que toca a qualidade do serviço que será prestado pelos operadores de Direito”.

joseeduardoO paraninfo da segunda cerimônia, advogado José Eduardo Alckmin, saudou os novos advogados e agradeceu a oportunidade de falar para a classe.“Registro a imensa honra que é para um advogado de carreira ser convocado para fazer a saudação aos novos advogados. Esses advogados que hoje se unem a nós numa batalha que é o exercício profissional da advocacia”, disse.

O orador da segunda turma, Daniel Miranda Barros Moreira, falou sobre a importância da solenidade aos novos advogados. “Esta cerimônia marca o início da carreira jurídica de cada um que nesta data recebe a habilitação para advogar. E os desafios são muitos para ter uma carreira de sucesso e conseguir exercer com excelência o múnus público da advocacia”, disse.

Compuseram mesa na primeira entrega de carteiras o vice-presidente Severino Cajazeiras, o secretário-geral adjunto Juliano Costa Couto, o diretor da Caixa de Assistência dos Advogados Marcelo Lucas, o ministro do STJ Mauro Campbell, o desembargador federal Kássio Marques, o presidente da Comissão de Apoio ao Advogado Iniciante Camilo Noleto, o presidente da Comissão de Assuntos Legislativos Jackson Domenico, o presidente do Tribunal de Ética e Disciplina Erik Bezerra e o conselheiro Chrystian Junqueira.

mesatardeCompuseram mesa na segunda cerimônia o vice-presidente Severino Cajazeiras, o advogado José Eduardo Alckmin, a secretária-geral Daniela Teixeira, o secretário-geral adjunto Juliano Costa Couto, a procuradora da Fazenda Nacional Maria Dionne de Araújo Felipe, a secretária-geral da CAA/DF Elizabeth Leite, o advogado Telson Cavalcante e os conselheiros seccionais Dino Andrade, Camilo Noleto, Maxmiliam Patriota e Chrystian Junqueira.

Confira abaixo as ideias dos oradores das cerimônias sobre seus planos, expectativas e metas na nova jornada profissional:

adrianoAdriano Santos Oliveira – 32 anos

Por que você escolheu ser advogado?
Eu sou graduado em jornalismo, mas sempre tive uma adoração especial pelo curso do Direito. Porque acredito que o operador do Direito de uma maneira geral tem um papel importante na defesa da sociedade brasileira. Como jornalista, vejo uma similaridade entre as duas profissões, como defensores da sociedade, dos direitos e das garantias do cidadão.

Como você se vê profissionalmente daqui a 10 anos?
Eu espero que esteja atuando de maneira plena e combativa no Direito. Ter uma carreira já estável e sólida, oferecendo um pouco de contribuição para os meus clientes e para a sociedade como um todo. Eu pretendo ter um escritório próprio e atuar efetivamente na advocacia.

Para você, qual o papel da Ordem na sua jornada profissional?
A Ordem tem um papel importantíssimo não só para o operador do Direito, mas para toda a sociedade brasileira. Veja a história dela dentro da própria história do Brasil. É um instrumento garantidor da própria democracia e do próprio Estado Democrático de Direito. E para o advogado mais ainda, porque é onde encontra a nossa casa, um alento e onde é possível a defesa de todas as prerrogativas do advogado.

danielDaniel Miranda Barros Moreira – 32 anos

Por que você escolheu ser advogado?
Eu tenho vários familiares que são advogados, apesar de a minha primeira graduação ser em engenharia, após a conclusão do curso que veio despertar essa paixão pelo Direito, pelas causas, e por promover a justiça. E foi por esse ideal que estou aqui, que realizei o curso de Direito e que ingresso nos quadros da OAB.

Como você se vê profissionalmente daqui a 10 anos?
Eu pretendo exercer a advocacia, me especializar na área de Direito Público, ou Constitucional ou Administrativo. Em paralelo, eu pretendo fazer o mestrado e seguir também na carreira acadêmica.

Para você, qual o papel da Ordem na sua jornada profissional?
A Ordem é essencial na defesa das prerrogativas dos advogados, na construção de uma sociedade livre, justa e igualitária. A OAB/DF na minha jornada profissional exerce um papel muito importante, na medida em que ela visa resguardar das prerrogativas para fazer com que a sociedade fique mais justa.

Comunicação social – jornalismo
OAB/DF


Fique Informado

Fale Conosco


SEPN 516 Bloco B Lote 7 | Asa Norte | Brasília/DF | 70770-522 - Salas do Advogado

[email protected] - [email protected] - (61)3036-7000

Parceiros: