Brasília, 6/5/2014 – A Subseção de Taguatinga, em parceria com a Escola de Ciências Jurídicas e Sociais da faculdade Projeção, de Taguatinga, promoveu nesta segunda-feira (5), palestra do ministro do Superior Tribunal de Justiça, Sérgio Kukina, na sede da instituição de ensino.

Sob o tema, “Aspectos Polêmicos sobre a Redução da Maioridade Penal”, o ministro reuniu estudantes de direito e advogados militantes de Taguatinga, Ceilândia e Samambaia. Durante a palestra, Kukina defendeu a manutenção da atual maioridade penal. Para o ministro, reduzir a maioridade penal não resolveria o problema e só reforçaria o quadro de exclusão social no país, formando presídios com o que ele chamou de “delinquentes de chupeta”.

O ministro afirmou que o sistema carcerário no Brasil é feito de injustiça. “Uma eventual redução da maioridade penal só reforçaria as diferenças sociais, já que quem iria para a cadeia seriam jovens majoritariamente das classes oprimidas”, disse.

projecao_taguaPara o presidente da Subseção de Taguatinga, Nadim Tannous, o evento cumpriu o objetivo de aproximar o judiciário dos estudantes. “Eu acho isso maravilho, temos que continuar nos aproximando estudantes de Direito. Mesmo tendo aula prática é tudo muito automático para eles. E eles nunca tiveram contatos com juízes, delegados, desembargadores”. Ele ainda disse que a atuação da Seccional motiva os universitários. “Vários estudantes nos disseram que têm a ideia de fazer concurso, mas que, com a aproximação da OAB, eles sentiram mais vontade de seguir a carreira de advocacia privada”.

A vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/DF, Indira Quaresma, disse que o ministro fez ponderações muito sensatas. “Eles fez uma retrospectiva história e disse que a obrigação do Estado é garantir o mínimo para as crianças. Tivemos uma participação muito grande tanto de estudantes como de advogados. A Seccional de Taguatinga mobilizou muitas pessoas para o evento”.

Na mesa de honra do evento estavam o coordenador do curso de Direito da FAPRO-Taguatinga, professor Heron Renato; o diretor da Escola de Ciências Jurídicas e Sociais, professor Pierre Tramontini; e o diretor acadêmico da Educação Superior, professor José Sérgio de Jesus. O presidente da comissão de assuntos institucionais da mesma subseção, Flávio Britto, também esteve presente.

Comunicação social – jornalismo
OAB/DF
Informações e fotos – Faculdade Projeção