Brasília, 20/06/2011 – A Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção de Samambaia, promoveu na sexta-feira (17/06) um almoço-debate com o senador Gim Argello. Um dos objetivos foi apresentar o projeto “OAB Cidadania e Dignidade”, que visa combater o crack e outras drogas, com o apoio do Instituto de Políticas Públicas Multifocal (IPPM). “Nossa intenção é abrir os olhos da sociedade para o que acontece a nossa volta e em busca de um mundo melhor, ainda que possa parecer utopia”, frisou o presidente da Subseção, Lairson Bueno.

Segundo Bueno, a Subseção tem procurado inserir-se na sociedade exercendo seu papel institucional nos direitos humanos, na educação, na cultura em defesa de advogados e consumidores.

Durante o evento, a advogada Fátima Bastos palestrou sobre bullying. A apresentação faz parte do projeto “OAB vai à escola”. Fátima destacou que em muitos casos o bullying começa em casa. “Seu gordinho, por exemplo. Apelidos pejorativos têm começado no núcleo familiar. É assustador o número de crianças em consultórios psicológicos”.

O senador Gim Argello falou sobre a aprovação, na quinta-feira (15/06), do projeto de lei de sua autoria que obriga as escolas a combaterem o bullying.

“Estou muito feliz com a aprovação do PL, porque vai fazer as escolas entrarem nessa boa briga de proteger nossas crianças”. Para ele, “os advogados têm de estar perto da nossa realidade. Essa iniciativa da Subseção de Samambaia é maravilhosa. Fico contente de ver vários segmentos diferentes da sociedade participando efetivamente”.

De acordo com o coronel Lima Filho, a OAB é uma colaboradora fundamental para o combate às drogas.

O administrador de Samambaia, Risomar Carvalho, ressaltou que o trabalho da Subseção é essencial, “porque faz o advogado ficar mais próximo da comunidade e de suas necessidades”.

Reportagem – Thayanne Braga
Foto – Rebecca Omena
Assessoria de Comunicação – OAB/DF