Brasília, 1º/4/2014 – O presidente a OAB/DF, Ibaneis Rocha, e o presidente do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius Furtado, participaram, na última sexta-feira (28), das comemorações do aniversário de 25 anos do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. O jubileu de prata marca a instalação do TRF/1.ª Região, feita simultaneamente com os outros tribunais regionais federais, no dia 30 de março de 1989.

Ibaneis Rocha disse estar honrado em participar das festividades dos 25 anos do Tribunal. “Fazer parte das comemorações do jubileu de prata do TRF1 é um momento ímpar. Um Tribunal que sempre zelou pelo cumprimento da correta aplicação das normas jurídicas nas demandas judiciais”.

Em sessão solene, o desembargador federal Olindo Menezes falou em nome do TRF1. O magistrado relembrou a história da Justiça Federal e dos tribunais regionais, além de ressaltar que esses 25 anos significam uma mocidade institucional do TRF1. “Neste jubileu de prata festejamos nossas próprias famílias, pois a este tribunal dedicamos nossos melhores anos e ideais. Nossas vozes estão gravadas nestes corredores”, relembrou o magistrado.

trf25anos2Em seu discurso, o procurador-chefe da Procuradoria Regional da República da Primeira Região, José Adonis de Callou de Araújo Sá, disse que estava emocionado por ter participado de um momento tão importante para o TRF1. “Atuo há mais de 12 anos à frente do TRF1 como representante do Ministério Público e este foi um tempo de muito aprendizado e amadurecimento”, ressaltou o procurador.

 O presidente do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius, lembrou que 2014 é um ano em que são comemoradas datas emblemáticas para a história brasileira: os 25 anos da Constituição Federal de 1988, os 50 anos do golpe militar e os 25 anos do TRF1. “É um honra comemorar o aniversário deste Tribunal, por isso homenageio os desembargadores federais, servidores e magistrados do 1.º grau que fazem um trabalho assíduo e incansável, tendo a atuação sempre pautada na probidade e na busca pela justiça”, destacou o presidente da OAB, que ainda relembrou o respeito singular dos magistrados pelos advogados.

 

Comunicação social – jornalismo
OAB/DF